segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Dois deixam o Lyon no último dia

Filipe Frossard Papini

Grosso e Mounier dizem adeus. Soumah pode chegar.


Faltando apenas poucas horas para o fechamento da janela de transferências européias, o Lyon anuncia a venda de dois jogadores e indica a possível contratação de mais um, ainda hoje.

O lateral-esquerdo Fábio Grosso, foi o primeiro a ter o seu contrato desligado com os Gones. O destino do italiano foi a Juventus de Turim, time dos brasileiros Diego, Felipe Mello e Amauri. O valor gira em torno de 2,5 milhões de euros.

Quem também abandonou o Gerland, foi o atacante Anthony Mounier. O jovem, formado nas categorias de base do OL, já deixava indícios que gostaria de deixar o clube. Seu destino foi o Nice, clube da França. Seu contrato se estenderá por quatro anos. O Lyon receberá 4,5 milhões de euros pela venda do jogador.

Porém, para suprir a ausência de Mounier no banco, o Lyon corre atrás do destaque do Guingamp, clube que também disputou as eliminatórias da UCL. O meia Richard Soumah pode assinar ainda hoje com os heptacampeões. Segundo informações, o valor não deverá ultrapassar a quantia que o OL recebeu com a venda de Fábio Grosso.

FOTOS: milanesemasala.files.wordpress.com / sportweekfoot.fr / www.sports.fr

sábado, 29 de agosto de 2009

Após jogo alucinante, Lyon dorme na liderança

Filipe Frossard Papini

Mais uma vez brilha as estrelas de Lisandro, Gomis e Michel Bastos. Um belo jogo que marcou a quarta rodada hoje, no Stade Gerland

FOTO: L'Equipe.fr

Após grandiosa classificação na Champions League, jogando contra o Anderlecht no meio da semana, e de conhecer o seu novo grupo na competição, o Lyon agora se concentra novamente na Ligue1. Na noite de hoje, no estádio de Gerland, o adversário era o Nancy, time que antes da rodada encontrava-se na quinta colocação.

Os Gones já demonstram um padrão de jogo. O técnico Claude Puel, ainda com alguns desfalques não encontrou grandes obstáculos para escalar o time na partida de hoje. Källström jogando mais recuado, fazendo dupla com Toulalan na parte defensiva do meio campo. Pjanic caindo pela esquerda, e surgindo como um elemento surpresa no centro. Michel Bastos e Lisandro nas alas, porém sempre trocando de lado para confundir a marcação adversária. Na frente, Bafé Gomis fica sendo o responsável por empurrar a bola para o gol. Veja o esquema abaixo:


O Nancy, por mais que tenha um time sem grandes estrelas, possuí uma equipe coesa e bem entrosada. Falta apenas um destaque individual, mas com certeza é um time que dá trabalho para os adversários, principalmente quando joga fora de casa. O treinador Pablo Correa cria uma boa formação recuada e com bons meias de ligação. Veja a formação dos Chardons na partida de hoje:


No começo do encontro notava-se um jogo bastante truncado no meio campo, devido à grande concentração de jogadores de ambos os times no setor. Foi por este motivo que grande parte da etapa ficou no 0 a 0.

As chances foram praticamente iguais, tanto para o OL, quanto para o ASNL. Porém, o OL foi mais feliz em suas subidas. Explorava a velocidade, dominava a situação do jogo e demonstrava mais perigo, e foi por isso conseguiu abrir o placar ainda na etapa inicial.

O gol surgiu dos pés de Bafétimbi Gomis, aos 37’, após boa troca de passes entre Lisandro e Pjanic. O Sérvio encontrou o Guineense (naturalizado francês) na entrada da área, que só teve o trabalho de colocar com categoria no canto esquerdo de Bracigliano.

FOTO: FranceFootball.fr

Já na etapa final, o Lyon continuava se mantendo firme no estilo de jogo. Sem alterações no intervalo a ideia era manter o padrão. E foi desta forma, que aos 7’ o OL conseguiu aumentar o placar. Lisandro Lopez, o artilheiro argentino marcou o seu. A jogada começou com uma roubada de bola de Toulalan que tocou rápido para o sueco Källström, o habilidoso volante achou Gomis no centro, que ligeiramente descobriu Lisandro na ponta esquerda, que tocou sutilmente na saída do goleiro. Lyon 2 a 0.

Da mesma forma que os donos da casa soube explorar a velocidade, o Nancy também usou da mesma arma. Conseguiram chegar ao gol, cinco minutos após o segundo do Lyonnais. A jogada começou no meio campo, Alo’o Efoulou roubou a bola de Kallstrom, avançou com extrema agilidade e cruzou na área. Depois de um bate-rebate, a bola sobrou para Hadji sozinho na área. O Marroquino cabeceou livre, na frente do gol.

FOTO: Sports.fr

A partir de então, o jogo que já era bom de acompanhar, ficou melhor ainda. O ASNL se animou e conseguiu armar boas jogadas. Primeiro com Marange, que chutou com potência no ângulo, Lloris conseguiu alcançar, a bola ainda explodiu no travessão e foi para escanteio. Pouco tempo depois, o Nancy voltou a assustar, dessa vez com Alo’o Efoulou, cara-a-cara com o goleiro francês, o atacante dos Chardons parou na barreira dos Gones. Uma defesa espetacular.

Pressionando de forma veemente, o Nancy parecia disposto a conquistar o empate fora de casa. Por isso, Claude Puel decidiu sacar o meia Pjanic, e colocou Makoun. A intenção era segurar as subidas de Marange, que atrapalhava do lado esquerdo.

Logo após a entrada do camaronês, aos 68’, o próprio Makoun tocou no meio de campo para Michel Bastos. O brasileiro, sem titubear arriscou dali mesmo e marcou um gol esplendoroso. Arrancou um baita sorriso de Aulas, que estava na arquibancada. Simplesmente lembrou os chutes mágicos de Juninho. Agora o Lyon novamente abria uma vantagem de dois gols sobre o adversário. 3 a 1.

FOTO: OLweb.fr

Depois do gol, Puel tirou Bafé Gomis, que jogou uma bela partida, e colocou o argentino Delgado, que pouco tempo depois perdeu um gol praticamente na frente do goleiro Bracigliano.

Faltando cinco minutos para o fim da partida, o Nancy ainda incomodou mais uma vez. Denovo o meio-campo Hadji. Assim como Bastos, ele arriscou de longe e acertou novamente o travessão de Lloris.

No fim do jogo, faltando apenas um minuto, enfim Lisandro deixou o gramado, exausto e aplaudido pela torcida. Quem entrou em seu lugar foi o jovem Ishak Belfodil, que se assemelha fisicamente bastante com o ex-ídolo lyonês, Karim Benzema. Mas como aconteceu nos últimos jogos, não deu tempo dele mostrar o seu futebol, e assim se encerrou a partida. Uma brilhante vitória do Lyon e um jogo muito belo de se assistir. Típica partida que cala os críticos do francesão.

Próximo encontro: Dia 12/09 – Ligue1, em casa o Lyon enfrentará o Lorient, às 14h.


[4ª Rodada - LIGUE 1] - Lyon Vs. Nancy

Filipe Frossard Papini

Jogando no Gerland, Lyon entra disposto a buscar a liderança


Depois de conquistar sua vaga na aclamada Champions League, o Lyon volta as atenções ao campeonato nacional. A Ligue1 já entra em sua quarta rodada. Jogando em casa, neste sábado,o AS Nancy será o adversário do OL. Mesmo com a ausência de Ederson e Govou, os jogadores parecem estar confiantes.

O zagueiro Bodmer não deixou escapar que o time desta temporada está mais equilibrado do que na anterior: "Estamos bem preparados este ano. Antes dependíamos muito de Juninho e Benzema. Agora o perigo vem de qualquer lugar, o OL funciona de uma forma mais coletiva, isso sem falar na qualidade individual do Lisandro, que já marcou 5 gols. Isso só faz diminuir a pressão dos altos valores gastos em novas contratações."

O jogo será transmitido AO VIVO pelo canal SPORTV, hoje, às 16h.

LY
ON:

GOLEIROS: Hugo LLORIS e Rémy VERCOUTRE;
LATERAIS: Anthony RÉVEIILÈRE, Aly CISSOKHO e François CLERC;
ZAGUEIROS: CRIS e Mathieu BODMER;
VOLANTES: Jérémy TOULALAN, Maxime GONALONS e Jean II MAKOUN;
MEIAS: Kim KÄLLSTRÖM, Michel BASTOS e Miralem PJANIC;
ATACANTES: Anthony MOUNIER, Bafétimbi GOMIS, César DELGADO, LISANDRO López e Ishak BELFODIL;
TÉCNICO: Claude PUEL;
DESFALQUES: Sydney GOVOU, Honorato EDERSON, ANDERSON e Jean-Alain Boumsong


NANCY:

GOLEIROS: Gennaro BRACIGLIANO e Damien GREGORINI;
LATERAIS: Reynald LEMAÎTRE e Florian MARANGE;
ZAGUEIROS: Damián MACALUSO, Jordan LOTIÈS, Joël SAMI e ANDRÉ LUIZ;
VOLANTES: Alfred N'DIAYE e Pascal BERENGUER;
MEIAS: Bocindji CA, Bakaye TRAORÉ, Benjamin GAVANON, Jonathan BRISON, Issiar DIA;
ATACANTES: Julien FÉRET, Youssouf HADJI e Paul ALO'O EFOULOU;
TÉCNICO: Pablo CORREA;
DESFALQUES: Mickaël CHRÉTIEN, Chris MALONGA, Abdeslam OUADDOU, Floyd AYITÉ e Cheick DIABATÉ

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Lyon fará parte do "Grupo E" na Liga dos Campeões

Filipe Frossard Papini

O OL entrou no mesmo grupo que o Liverpool-ING, Fiorentina-ITA e o Debrecen-HUN

FOTO: FranceFootball.fr

O sorteio da próxima fase da Liga dos Campeões ocorreu agora a pouco na cidade de Mônaco. O Lyon conquistou vaga em um grupo com características semelhantes ao que participou na temporada passada. O Liverpool é o favorito no grupo. Provavelmente garantirá o primeiro lugar, assim com ocorreu com o Bayern, na temporada 08/09. O Lyon disputará até o último jogo contra a Fiorentina, que novamente jogarão juntos, no mesmo conjunto. E o Debrecen provavelmente será o lanterninha. Não possui força para disputar com os demais. Como também foi com o Steaua.

A primeira rodada da competição será disputada nos dias 15 e 16 de setembro. Os dois primeiros colocados de cada chave avançam às oitavas de final da Liga dos Campeões.

Confira abaixo como ficou o sorteio para os demais grupos:

GRUPO A :
Bayern Munich-ALE
Juventus-ITA
Bordeaux-FRA
Maccabi Haïfa-ISR


GRUPO B:
Manchester United-ING
CSKA-RUS
Besiktas-TUR
Wolfsbourg-ALE


GRUPO C:
Milan-ITA
Real Madrid-ESP
Olympique de Marseille-FRA

FC Zurich-SUI


GRUPO D:
Chelsea-ING
Porto-POR
Atletico Madrid-ESP
Apoel-CHP


GRUPO E:
Liverpool-ING
Lyon-FRA
Fiorentina-ITA
Debrecen-HUN


GRUPO F:
Barcelona-ESP
Internazionale-ITA
Dynamo Kiev-UCR
Rubin Kazan-RUS


GRUPO G:
Sevilla-ESP
Glasgow Rangers-ESC
Stuttgart-ALE
Unirea Urziceni-ROM


GRUPO H:
Arsenal-ING
AZ Alkmaar-HOL
Olympiakos-GRE
Standard de Liège-BEL



quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Lisandro marca três e garente o Lyon na fase de grupos da UCL

A Liga dos Campeões conheceu nesta terça-feira mais cinco clubes que integrarão a fase de grupos da competição. Entre eles, o Lyon.


FOTO: Reuters

Na classificação, o grande destaque foi o argentino Lisandro López, que marcou os três gols da vitória por 3 a 1 sobre o belga Anderlecht. O jogo foi na Bélgica, e o time francês já havia goleado em casa por 5 a 1. López liquidou a fatura ainda no primeiro tempo. Aos 26 minutos, o atacante aproveitou a saída errada da defesa para encobrir o goleiro e abrir o placar. Seis minutos depois, dominou o cruzamento rasteiro da direita e chutou no canto.

FOTO: Record.pt

Perdendo por 2 a 0, o Anderlecht seguiu nervoso em campo e errando muito. Após sofrer o primeiro gol em uma bobeira da defesa, o terceiro do Lyon saiu novamente em um erro de passe do time belga. A equipe francesa então aproveitou a falha para tocar a bola e deixar López livre para bater de fora da área, acertando um belo chute. No segundo tempo, a equipe anfitriã só conseguiu descontar em cobrança de pênalti convertida por Suárez.

FONTE: Abril

Veja os gols da partida:


_________________
Pedimos desculpas por não cobrir o jogo e não colocar informações também do pré-jogo. A agenda apertada e outros empecilhos impediram tais ações.

sábado, 22 de agosto de 2009

Lyon atropela o Auxerre

Filipe Frossard Papini

Jogando com o time misto, dentro do I’Abbé-Deschamps, o Lyon goleou por 3 a 0. Delgado e Pjanic foram os destaques da partida

FOTO: olweb.fr

Após sonora goleada na quarta-feira, o OL voltou a campo esse fim de semana. Agora, jogo válido pela Ligue1. Jogando no Stade l'Abbé-Deschamps. Começando a rodada em terceiro colocado, o time entrou disposto a alcançar a liderança.

Com as ausências de Ederson, Govou e Lisandro, todos machucados, o técnico Claude Puel preferiu colocar um time diferente em campo. Ao invés do 4-4-2, usado na UCL, o Lyon foi com o 4-2-3-1, e com as surpreendentes ausências de Michel Bastos, Cissokho e Cris, que começaram no banco de reservas:





Bafetimbi Gomis acabou ficando sendo o responsável por liderar o grupo. Mounier e Delgado esforçavam-se pelas pontas, tentando abrir uma brecha no setor defensivo o AJA. Pjanic chegava de trás para tentar remates de fora da área.

O Auxerre demonstrou não ter um poderio ofensivo muito eficaz. O ataque é lento e o meio de campo ineficaz.

A qualidade demonstrada no primeiro tempo, como um todo, foi baixa. A partida era lenta sem muitos lances decisivos. Apenas os dois gols realizados nesta etapa, que deixaram os torcedores atentos.

O primeiro gol saiu aos 31’. Jogada de Delgado na ponta direita, cruzou baixo para Boumsong, na primeira trave. O zagueiro frances, com um toque ousado, de letra fez um belo gol.

O placar foi ampliado nos acréscimos do primeiro tempo. Dessa vez foi Jean II Makoun quem marcou. Após bate-rebate na área do Auxerre, a bola sobrou para Pjanic na ponta esquerda. O Bósnio cruzou, e o volante camaronês acertou um chute certeiro, quase da marca do pênalti.

FOTO: L'Equipe

Na volta do intervalo o time da casa parecia abatido. Perdeu dois jogadores por lesão ainda no primeiro tempo e não detinha poder de reação. Enquanto o Lyon dominava a partida e saia para o ataque com bastante inteligência.

E atacando desta forma, o Lyon chegou ao terceiro gol, aos 20’ do segundo tempo. Miralem Pjanic recebeu outra assistência de Delgado, colocou para as redes com um fraco chute de primeira. A partir deste momento, o Lyon decreta o domínio da partida.

Queimando a regra três, o Auxerre tirou o seu melhor atacante, Daniel Niculae e colocou um velocista, Birsa. Isso com 25’ do segundo tempo. Neste mesmo momento, o OL fazia a sua primeira alteração. Aplaudido César Delgado deixou o campo, para a entrada do brasileiro Michel Bastos.

FOTO: Sports.fr

O primeiro chute com um perigo considerável, por parte do Auxerre, ocorreu aos 30’ do segundo tempo. O atacante Birsa recebeu cruzamento e colocou no canto esquerdo de Lloris, que teve que se esticar para mandar ao escanteio.

Aos 32, Bafé Gomis, com dores na parte posterior da coxa, deu lugar ao sueco Källström. Neste momento, Delgado e Mounier saiam das pontas e ficavam efetivos no ataque. O próprio Källström e Michel Bastos seriam agora os novos “wingers”.

Faltando apenas cinco minutos para o término do jogo, e com um resultado elástico, o técnico Claude Puel resolveu estrear o garoto Ishak Belfodil. Ele entrou no lugar de Boumsong. Porém o jovem jogador não pode demonstrar muita coisa. O jogo encerrou-se com uma boa exibição do time misto do OL.

Próximo adversário: Novamente o Anderlecth, desta vez no Stade Gerland. Quarta-feira (25/08), às 15:30.


1 a 0 (Jean-Alain BOUMSONG - 31')


2 a 0 (Jean II MAKOUN - 45')


3 a 0 (Miralem PJANIC - 65')

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

De olho na seleção, Michel Bastos avisa: "Jogo até no gol"


"O Dunga diz que me chamaria para jogar na lateral esquerda, onde já tem o Marcelo e o André Santos. Isso é normal"


FOTO: FranceFootball.fr

Recém-contratado pelo Lyon, que pagou 18 milhões de euros para tirá-lo do Lille, Michel Bastos espera usar o novo clube como um trampolim para receber uma chance de Dunga na seleção brasileira.

"Acho que não fui chamado até agora por causa da posição e do time. Mas agora no Lyon é diferente. É um clube que mandou três jogadores para a última Copa (Cris, Juninho e Fred)", lembrou o jogador, em entrevista ao jornal L'Equipe.

Em relação à posição, Michel Bastos deixou o Brasil atuando como lateral esquerdo, mas agora está jogando no meio. Nada, porém, que sirva de empecilho ao treinador do time canarinho. Marcelo também chegou a jogar no setor de criação do Real Madrid. Mesma situação de Gilberto, quando defendia o Hertha Berlim. Ambos foram convocados.

"O Dunga diz que me chamaria para jogar na lateral esquerda, onde já tem o Marcelo e o André Santos. Isso é normal. Na minha última temporada no Brasil, marquei 12 gols nessa posição, jogando no Figueirense. Na época, diziam que eu era o melhor lateral do Brasil", assegurou o jogador.

Michel Bastos disse que, independentemente da posição, o mais importante é vestir a camisa amarelinha. Se fosse para escolher, porém, atuaria no meio. "Jogo onde o Dunga precisar. Não estou nem aí. Jogo até no gol. Servir a seleção é meu sonho desde pequeninho", contou.

"A preferência seria jogar na posição atual, na meia-esquerda, mas a concorrência é grande. Temos Kaká, Robinho e Ronaldinho", ressaltou o ex-lateral do Atlético-PR e Figueira.

FONTE: IG

[3ª Rodada - LIGUE 1] - Auxerre Vs. Lyon

Lisandro, lesionado, não jogará partida contra o Auxerre

O atacante Lisandro Lopez, ex-Porto, vai ausentar-se na próxima partida fora de casa do Lyon, ante o Auxerre, devido a uma lesão nos adutores.

O argentino tornou-se recentemente um ídolo dos torcedores do clube francês, tendo sido ovacionado quando deixou o relvado na goleada aplicada ao Anderlecht (5-1), onde marcou um golo e assistiu para outro.

O jogo contra o Auxerre será neste sábado, às 14hrs no Stade l'Abbé-Deschamps.

FONTE: ABola.pt


LY
ON:

GOLEIROS: Hugo LLORIS e Rémy VERCOUTRE;
LATERAIS: Anthony RÉVEIILÈRE, Aly CISSOKHO e Fábio GROSSO;
ZAGUEIROS: CRIS, Mathieu BODMER e Jean-Alain BOUMSONG;
VOLANTES: Jérémy TOULALAN e Jean II MAKOUN;
MEIAS: Kim KÄLLSTRÖM, Michel BASTOS e Miralem PJANIC;
ATACANTES: Anthony MOUNIER, Bafétimbi GOMIS e César DELGADO, Yannis TAFER e Ishak BELFODIL;
TÉCNICO: Claude PUEL;
DESFALQUES: Sydney GOVOU, LISANDRO Lopez e Honorato EDERSON


AUXERRE:

GOLEIROS: Olivier SORIN e Remy RIOU;
LATERAIS: Cédric HENGBART, Stéphane GRICHTING e Jérémy BERTHOD;
ZAGUEIROS: Adama COULIBALY e Jean-Pascal MIGNOT ;
VOLANTES: Moussa NARRY, Dariusz DUDKA e Delvin Chanel NDINGA;
MEIAS: Kamel CHAFNI, Benoît PEDRETTI e Roy CONTOUT;
ATACANTES: Valter BIRSA, Kevin LEJEUNE, Daniel NICULAE e Anicet ANDRIANANTENAINA;
TÉCNICO: Jean FERNANDEZ;
DESFALQUES: Irineusz JELEN, Julien QUERCIA e Alexandre LICATA

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

John Mensah confirmado no Sunderland

Filipe Frossard Papini

O jogador será emprestado durante uma temporada para o time inglês.

FOTO: Jamati.com

O ex-zagueiro do Rennes foi emprestado hoje, quinta-feira, ao Sunderland, time que atualmente joga a Premier League. Os motivos já tinham sido citados pelo próprio Mensah semanas atrás. Segundo o jogador ele quer ser titular, para tentar jogar a Copa do Mundo no ano que vem. No Lyon, o zagueiro ganês vinha sendo pouco aproveitado.

Amanhã, Mensah fará exames médicos na Inglaterra. O Sunderland detém a opção de compra se o jogador agradar ao time.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Massacre no Gerland. Lyon começa a Champions League com o pé direito


Filipe Frossard Papini

Michel Bastos, Bafétimbi Gomis e Lisandro Lopez ditam a goleada por 5 a 1 sobre os campeões belgas.


FOTO: FranceFootball

Acostumado a entrar na Champions League direto na fase de grupos, o Lyon, este ano não teve como escapar da fase eliminatória. Jogou em casa contra o Anderlecht, campeão da Bélgica. Com o Stade de Gerland cheio, os heptacampeões mostraram bom futebol e convenceu a torcida presente.


Claude Puel já tem um time praticamente definido, e enfim, já há uma distinção entre os titulares e reservas. O time que adentrou o gramado hoje demonstrou que já está bem entrosado e a partir de então ganha uma confiança extra do treinador.


Precisando fazer um bom placar dentro de casa, o técnico do Lyon fez o básico “feijão com arroz”. Gomis se firma como um ponta de lança e as jogadas mais técnicas fica por conta de Lisandro, enquanto Pjanic e Bastos abusam da velocidade. Veja o time titular na partida de hoje:


A pressão exercida pelos expectadores e pelo próprio time do OL parecia impressionar o modesto time do Anderlecht, que se portava de forma desorganizada. Aproveitando essa brecha, logo no início, precisamente aos 10’ de jogo, o bósnio Pjanic, em boa cobrança de falta abriu o placar para os donos da casa.


Assustado, o time belga se recuou mais ainda e cinco minutos após tomar um gol precoce, criam um pênalti, contestam, mas o árbitro não titubeou. Lisandro cobrou com força no canto direito de Proto. Lyon 2 a 0.


Mesmo em desvantagem no placar, o Anderlecht não reagia. Deixava muitos espaços em campo. Permitia as rápidas subida de Cissokho, Michel Bastos, e Pjanic.


O Anderlecth não esboçava qualquer reação e pouco incomodava. Sentido que podia alcançar mais gols, o OL continuava pressionando, e partiu pra cima. Foi em uma jogada rápida que Michel Bastos marcou o terceiro da partida, aos 40’. Depois de um potente chute, a bola ainda fez uma curva e explodiu na trave. Proto nada pôde fazer.


Embalado e satisfeito com o placar já elástico, os Gones não tinham motivo para recuar, queriam mais gols. Dito e feito. Cissokho arrancou pela ponta esquerda, tocou para Lisandro ainda pelo setor canhoto do campo. O argentino achou Bafétimbi Gomis na área, que só teve o trabalho de empurrar para a baliza. Desta vez o goleiro Proto poderia ter defendido, mas não foi feliz.


O primeiro tempo encerrou-se com a torcida fazendo um alvoroço no Stade Gerland. Etapa inicial exemplar, perfeita! Um show de bola ditado por Lisandro e Michel Bastos.



FOTO: Sports.fr

No intervalo, ao que pareceu, o time belga deve ter tomando um sermão do técnico Jacobs. O time voltou menos displicente.


Logo no início da etapa final, Les Mauve et Blanc conseguiram alcançar o goleiro Lloris em duas ou três oportunidades. E foi em uma delas, aos 57’ que Suarez diminuiu o marcador. Após falha de Mathieu Bodmer, o atacante argentino driblou o goleiro do OL e completou para o gol.


No entanto nem houve tempo para uma reação de grande porte por parte do time belga. Apenas três minutos após o gol de honra, o Lyon fez o quinto gol frances na partida. Novamente Bafé Gomis. Jogada de contragolpe armada por Michel Bastos. O brasileiro deu um passe primoroso para o ex-atacante do St. Etienne, que assim como fez Suarez, também driblou o goleiro adversário e saiu para o abraço. Massacre no Gerland.


Após o gol quinto gol do OL, Puel mexeu na equipe. Källström saiu e Makoun entrou. Assim como Lisandro deixou o gramado, aplaudido e cumprimentado por todos do banco. Quem entrou foi o seu compatriota Delgado.


FOTO: L'Equipe

Neste momento, o Anderlecht volta a ser aquele time abatido e assustado do primeiro tempo. Não conseguia tabelar e nem realizar passes de curta distância. O Lyon imperava em campo. Puel aproveitou para queimar a última alteração. Éderson entrou no lugar do também aplaudido Bafé Gomis.


No fim do jogo, notava-se a força de vontade de Delgado, jogou bem caindo pela ponta esquerda. Parecia disposto a lutar por uma vaga no time principal. Raça, boas jogadas e ao som de “La Marseillaise” vindo da torcida, o Lyon encantava o fazia o os olhos dos adeptos brilharem. A vitória foi importante para dar motivação pra equipe e porque não para os próprios torcedores, que se encontravam abatidos após as saídas de Juninho e Benzema.


Agora há um novo ânimo para disputar a Ligue1 a prosseguir firme na Champions League. Pelo menos é o que os lyoneses esperam depois da festa realizada no Stade de Gerland essa noite.


Sábado, dia 22 de Agosto, é o próximo encontro do OL. Contra o Auxerre, às 14hrs no Stade l'Abbé-Deschamps.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

[UEFA Champions League] - Lyon Vs. Anderlecht



Olympique de Lyon e Anderlecht enfrentam-se nesta quarta-feira, no Estádio Gerland, no jogo de ida dos plays-offs para a Liga dos Campeões temporada 2009/2010.

Querendo marcar presença pela décima temporada consecutiva na Liga, o Lyon, terceiro classificado na última temporada da Primeira Liga Francesa, tenta ir além das quartas-de-final, fato que se repetiu entre 2003/2004 à 2006/2007.

As esperanças dos franceses são depositadas no recém chegado Lisandro López, contratado ao Porto. Ele têm a difícil missão de substituir Karim Benzema, que se mudou para o galático Real Madrid. Sem contar com Juninho Pernambucano, heptacampeão francês pelo clube, que rescindiu seu contrato recentemente, indo para o mundo árabe.

Do outro lado, o Anderlecht, vice-campeão belga na temporada passada, chega a esta fase da competição, após eliminar os turcos do Sivasspor na segunda pré-eliminatória. A esperança de gols fica por conta do atacante Nicolas Frutos, destaque da equipe.

FONTE: FutNet


LYON:

GOLEIROS: Hugo LLORIS e Rémy VERCOUTRE;
LATERAIS: Anthony RÉVEILLÈRE, Aly CISSOKHO e Fábio GROSSO;
ZAGUEIROS: CRIS, Mathieu BODMER e Jean-Alain BOUMSONG;
VOLANTES: Jérémy TOULALAN e Jean II MAKOUN;
MEIAS: Kim KÄLLSTRÖM, Honorato EDERSON, Michel BASTOS e Miralem PJANIC;
ATACANTES: Anthony MOUNIER, LISANDRO Lopez, Bafétimbi GOMIS e César DELGADO;
TÉCNICO: Claude PUEL


ANDERLECHT:

GOLEIROS: Davy SCHOLLEN, Silvio PROTO e Michäel CORDIER;
LATERAIS: Víctor BERNÁRDEZ, Olivier DESCHACHT e Marcin WASILEWSKI;
ZAGUEIROS: Roland JUHASZ, Jelle VAN DAMME e Ondrej MAZUCH;
VOLANTES: Lucas Rodrigo BIGLIA, Jan POLÁK e Guillaume GILLET ;
MEIAS: REYNALDO Silva, Jonathan LEGEAR, Thomas CHATELLE e Bakary Bouba SARÉ;
ATACANTES: Mbark BOUSSOUFA, Nicolás Alejandro FRUTOS, Romero LUKAKU, Tom DE SUTTER e Matías SUÁREZ;
TÉCNICO: Ariël JACOBS

sábado, 15 de agosto de 2009

Lyon garante vitória magra, porém importante.

Filipe Frossard Papini

O resultado de 1 a 0 foi marcado pelo bom entrosamento de Lisandro e Bafé Gomis


FOTO: Eurosport.fr

Começou a temporada 09/10 para o Lyon em sua casa, o estádio de Gerland. O adversário da vez é o modesto Valenciennes. Após empatar de 2 a 2 com o Le Mans, Puel tinha que dar um retorno para a torcida e mostrar resultados que não apareceram na Copa da Paz.


Depois de algumas variações táticas vistas nesse verão europeu, o OL entrou em campo com um simples 4-4-2 e sem nenhum jogador improvisado, porém com Toulalan no banco, simples escolha do professor lyonês, já que o jogador participou os 90’ da partida da seleção francesa contra a Ilhas Faroe.


O Valenciennes, com uma tática pouco avançada e levando apenas 2 atacantes para a partida, demonstrava ser um time mais fraco e modesto, parecia buscar um resultado pouco expressivo e não mostrou querer buscar a vitória.


O recuo intenso dos adversários dificultou a subida dos velozes meio campistas do Lyon, tornando a pressão pouco eficaz. Contudo, o Valenciennes, no primeiro tempo, chegou apenas uma vez ao gol de Lloris, com um chute de fora da área que sequer incomodou o arqueiro dos Blues.


Os visitantes já tinham perdido o zagueiro Abardonado no inicio no jogo, devido a uma lesão, e não foi diferente com o Lyon. Aos 28’ o experiente Govou teve que deixar o gramado para a entrada do brasileiro Ederson, não alterando em nada a formação do time.


Dez minutos após a troca, os Gones abriram o placar no Gerland. Boa jogada de Clerc pela direita, tocando curto para Michel Bastos, que por sua vez colocou na cabeça de Bafé Gomis. O jovem frances colocou de forma certeira no gol de Leca. Foi o primeiro gol do atacante, com a camisa oficial do Lyon em jogos oficiais.


A etapa inicial encerrou-se sem muita emoção. As chances para ambos os lados foram escassas e o Valenciennes respeitado o Lyon de forma exagerada.


Na volta do intervalo, o OL procurava fazer a vantagem no resultado. As chances, em poucos minutos, já eram maiores. Gomis e Lisandro já apareciam mais e o bom goleiro Leca trabalhava um pouco mais do que no início.


Sem as condições físicas ideais de jogo, Lisandro deixou o campo aos 24’ do segundo tempo. A promessa de 19 anos, Miralem Pjanic foi quem adentrou ao relvado.


E o Lyon continuava pressionando, o segundo gol parecia questão de tempo. Bafetimbi Gomis era quem mais aparecia nas fotos, juntamente com as defesas de Leca. Mas a pressão exercida criou algumas oportunidades de contragolpe. Samassa, o único atacante do Valenciennes chegou a quase empatar o jogo, se não fosse a intervenção do brasileiro Cris.


Procurando abater esse tipo de subida dos adversários, Aos 37’, Puel escolheu Gomis para sair, e Toulalan entrou para reforçar o combate no meio-campo. Neste instante, o Lyon não possuía nenhum atacante de origem em campo.


Mesmo sem a referência na frente, o OL ainda conseguiu atingir a trave de Leca. Novamente com uma cabeçada, dessa vez foi Ederson quem preocupou a torcida adversária.


Algumas poucas chances ainda foram criadas no fim do jogo, de ambas as partes, mas nada considerável. Acabou que o Lyon tornou o fácil em complicado. A partida estava bem tranqüila em seu início, mas o OL foi dando espaço, até que grandes chances reais de gols foram criadas pelo Valenciennes. Nota-se que há muitos jogadores fora de forma e que existe falta de entrosamento no meio-campo. Todavia, Lisandro e Gomis já demonstram sinais de ser uma dupla que vai dar trabalho. São rápidos, inteligentes e bastante técnicos. Há uma expectativa em cima disto.


Próximo jogo do Lyon: Dia 19/08/09, às 15:45hrs contra o Anderlecht no estádio de Gerland, em Lyon.
____________________________________________________

PS: Gostaria de deixar registrado, a falta de respeito do canal SporTV2 nesta tarde, ao anunciar durante toda a semana o jogo do Lyon x Valenciennes, e transmitir apenas no segundo tempo. Deu um passo maior que a perna. Faltou canal. Se for para dar preferência ao vôlei, aluga outro canal, ou não anuncia a partida. Revoltante!